Esse lamaçal

Esse lamaçal.jpg

Nunca teremos chegado,

porque a partida é cada instante

E se uma ilusão persistir,

será apenas reconstrucção

No espaço por definir,

cabe toda a imensidão

Deste momento presente

e cada pedaço ausente

Por lhe faltar aprovação,

cabe na palma da mão

Dum ser ainda maior,

a carecer de concepção

Mas o espaço é-lhe adverso,

quiçá apenas controverso

Cada registo banal,

luta pela sua ocupação

Cada grito disperso,

não se ouve na multidão

Cada registo do mal,

vem rotulado do inverso

Cada um no lamaçal,

transformado em universo

Não sente a consciência,

preferindo a sua ausência

Por todos vamos clamando

n’areia a cabeça enterrando.

publicado por poetazarolho às 20:17 | comentar | ver comentários (1) | favorito