Miragens

Miragens.jpg

Vou embebedar-me de poesia

Mas não perderei a razão

Da noite far-se-á dia

Já que é essa a missão

Ressacado de versos mil

Cambaleante me levantarei

No deserto o óasis de Abril

É visão em que não acreditarei .

publicado por poetazarolho às 22:39 | favorito