Tudo

Tudo.jpg

Tudo resulta despido

Na galáxia cintilante

Dada a sua dimensão

 

Aquilo que é proferido

Não ressoa tão distante

Convidando à reflexão

 

Cada orgulho ferido

Apenas insignificante

Não justifica a razão.

publicado por poetazarolho às 12:28 | favorito